PREVISAO DO TEMPO

sábado, 7 de janeiro de 2012

União libera recursos para Segurança do RS

Sérgio Abreu (E) é recebido por Veríssimo de Jesus (C) e Solange Calderon<br /><b>Crédito: </b> VINÍCIUS RORATTO
Sérgio Abreu (E) é recebido por Veríssimo de Jesus (C) e Solange Calderon
Crédito: VINÍCIUS RORATTO
A Segurança pública do Rio Grande do Sul já garantiu 13 milhões para serem aplicados em projetos ao longo deste ano. Os recursos são provenientes do Fundo Nacional de Segurança Pública e do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do Ministério da Justiça. Os projetos foram aprovados no fim do ano, em Brasília.

A bancada federal gaúcha propôs ainda emendas parlamentares que totalizam outros R$ 25 milhões, que deverão ser destinados, por exemplo, à compra de equipamentos e viaturas para a Brigada Militar, à Polícia Civil e ao Instituto-Geral de Perícias. Os dados foram apresentados pelo comandante-geral da Brigada Militar, coronel Sérgio Roberto de Abreu, durante visita ao Correio do Povo, onde foi recebido pelo vice-presidente do Grupo Record RS, Veríssimo de Jesus, e pela diretora da Rádio Guaíba, Solange Calderon. No encontro estiveram presentes também outros diretores do CP e da emissora.

Em relação à expansão do programa RS na Paz, Abreu disse que Caxias do Sul será o próximo município beneficiado, a exemplo de ações que ocorrem em Canoas, Passo Fundo e Vacaria. Em Porto Alegre, o programa está instalado nos bairros Restinga, Santa Teresa, Rubem Berta e Bom Jesus. Destacando os resultados positivos da iniciativa, com queda do número de ocorrências, o comandante da Brigada Militar ressaltou que o Vale do Sinos será beneficiado futuramente. Em Caxias, antes da instalação do RS na Paz, será implementado um projeto piloto de policiamento comunitário.

Sobre o aumento do efetivo da BM, o comandante-geral lembrou que estão abertas, até o final deste mês, as inscrições para os concursos que preveem o preenchimento de 1,4 mil para soldados do policiamento ostensivo, 600 para bombeiros e cem para capitães. Segundo ele, o ingresso dos novos policiais deve ocorrer em 2013, após receberem formação de oito a nove meses. A prova deverá ser aplicada em março.

Para o Mundial de Futebol de 2014, que terá partidas em Porto Alegre, Abreu afirmou que, ainda em 2012, serão testadas as ações planejadas para 2014 em alguns jogos que ocorrerão na Capital. "Serão ensaios", resumiu, acrescentando que rotas turísticas receberão atenção da BM.
 
Fonte: Correio do Povo 07jan2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário