PREVISAO DO TEMPO

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Delegados aceitam proposta do governo

 Categoria decidiu, durante assembleia, aguardar até 2013 por aumento<br /><b>Crédito: </b>  arthur puls

Principal reivindicação, a equiparação com procuradores foi concedida

Categoria decidiu, durante assembleia, aguardar até 2013 por aumento
Crédito: arthur puls
A Associação dos Delegados de Polícia (Asdep)aceitou ontem à noite a proposta de reajuste salarial feita pelo governo do Estado. A proposição equipara os vencimentos dos delegados aos de procuradores do Estado, principal reivindicação da categoria. "O governo aceitou a nossa reivindicação e nós aceitamos o prazo estipulado", disse o presidente da entidade, Wilson Müller.

Apresentada pelo chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, a proposta prevê progressão dos reajustes a partir de 2013, até 2018. Desta forma, os delegados, que não receberam reajustes em 2011, passariam este ano também com os mesmos salários.

De acordo com Pestana, o governo propôs uma reestruturação da carreira. "O Estado está no seu limite financeiro", afirmou. "A proposta acaba com outras gratificações e propõe um calendário que transforma a média dos salários em subsídios. Então, não se trata de um reajuste linear."

Esta foi a terceira proposta feita pelo Piratini, as duas anteriores não foram aceitas pelos delegados. A primeira previa aumento de 10% no mês de janeiro e um retorno às negociações em abril deste ano. A segunda proposta enviada aos delegados concederia cinco parcelas de 15% de reajuste, a partir de 2013, totalizando 100% de aumento.

Atualmente o salário básico dos delegados é de R$ 7.094 (primeira classe), R$ 7.538 (segunda classe), R$ 7.981 (terceira classe) e R$ 8.425 (quarta classe). Ao básico, são acrescidos alguns benefícios, como 5% de aumento a cada quinquênio completado na função. A estimativa do governo é de que o impacto nas contas públicas chegue a R$ 86 milhões, em 2018. Ao final deste período, o subsídio de delegados de quarta classe será de R$ 24.117.

Os números

O governo propôs aos delegados da Polícia Civil reajustes progressivos nos salários, a partir de 2013. Os integrantes da categoria se dividem em quatro classes. Com a concessão dos valores previstos na tabela, os salários se equiparariam aos de procuradores do Estado.
Fonte: Correio do Povo 05jan2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário