PREVISAO DO TEMPO

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Proposta final para delegados sai hoje

 Müller e Pestana não conseguiram chegar a um consenso na reunião de ontem<br /><b>Crédito: </b>  camila domingues / palácio piratini / cp

Governo sugere cronograma para equiparar salário ao de procuradores

Müller e Pestana não conseguiram chegar a um consenso na reunião de ontem
Crédito: camila domingues / palácio piratini / cp
O governo do Estado apresenta hoje pela manhã sua proposta final de reajuste salarial para os delegados de Polícia. O documento vai estabelecer um cronograma com o objetivo de atender a reivindicação da categoria, de equiparar o salário inicial dos delegados, que hoje está na faixa dos R$ 7 mil, ao de procuradores do Estado, que atualmente gira em torno de R$ 16 mil.

São grandes as chances de que a apresentação formal da proposta do governo provoque novos tensionamentos entre o Executivo gaúcho e as categorias de servidores que integram a área da segurança pública. Várias dessas categorias prometem protestar e reivindicar equiparação. O próprio governo espera pelas reações, que devem vir principalmente dos oficiais da Brigada Militar e dos agentes policiais. "Já conversamos com várias categorias. É preciso explicar a proposta feita aos delegados, porque ela é mais complexa", resumiu o chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, ontem à tarde, após reunião com o presidente da Associação dos Delegados de Polícia, Wilson Müller.

O governo, representado também pelo secretário da Segurança Pública, Airton Michels, chegou com uma proposta pronta à reunião e esperava bater o martelo sobre o assunto ontem mesmo. De acordo com a proposta, a equiparação seria alcançada em 2018, ou seja, em um prazo de sete anos. A solicitação da associação dos delegados é de que a equiparação seja completada em cinco anos.

Ao final da reunião, Pestana não confirmou os prazos e valores da proposta do governo, assinalando que eles serão detalhados hoje. Ele admitiu apenas que a proposta "inclui um ganho salarial muito significativo e um ganho real bem expressivo."
 
Fonte: Correio do Povo 04jan2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário