PREVISAO DO TEMPO

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Ceará - Policiais civis em greve bloqueiam entrada de delegacias em Fortaleza

Categoria entrou em greve nesta terça-feira (3).
Exército e Guarda Nacional farão segurança das delegacias, diz nota.

A entrada das delegacias da Policia Civil de Fortaleza foram bloqueadas com carros da corporação que tiveram os pneus furados
Até o início da tarde desta quarta-feira (4), 34 delegacias do Ceará, entre distritais e especializadas, estavam paradas, de acordo com informações do Sindicato dos Policiais Civis. Policiais civis decidiram entrar em greve na noite da terça-feira (3). Diferente das greves anteriores, quando 30% dos policiais foram mantidos em serviço, os grevistas querem a paralisação total das unidades. Segundo a presidente do Sinpoci, Inês Romero, até o fim do dia todas as delegacias devem fechar. “Ficamos meses em greve e obedecendo os 30%, em nenhum momento, nos atenderam”, diz.
A presidente do sindicato informou que está marcada uma reunião para esta quarta-feira com o secretário da Segurança Pública, Francisco Bezerra. “O Governo aceitou todas as propostas da Polícia Militar e não é justo que deixem a Polícia Civil de fora”, afirma Hernane Leal, diretor do Sinpoci.
Durante a manhã, a entrada das delegacias da Policia Civil de Fortaleza foram bloqueadas com carros da corporação que tiveram os pneus furados. Os policiais civis prometem ficar acampados em frente à delegacia geral, no Centro de Fortaleza, até que as reivindicações sejam atendidas.
Os representantes do sindicato convocaram os policiais para a greve durante visitas às delegacias na manhã desta quarta-feira. No 34º Distrito Policial (DP), no Centro, a ação foi rápida, apenas com um escrivão trabalhando. O 3º DP, na Avenida Bezerra de Menezes e a delegacia do Bairro Aldeota também ficaram sem nenhum policial, apenas com o delegado responsável por todos os procedimentos.
Exército
Em nota, o Exército Brasileiro informou que tropas foram mobilizadas para promover a segurança de algumas delegacias e sedes da Polícia Civil devido à paralisação iniciada na noite de terça-feira. As ocorrências serão acompanhadas por soldados que participam da Operação Ceará e as medidas administrativas referentes às prisões continuaram sendo executadas. Ainda de acordo com a nota, os homens do Exército e da Força Nacional, que estão atuando com 160 veículos para policiamento, devem deixar o Estado somente após ordem da presidente da república.
Polícia MilitarOs policiais militares e bombeiros deixam gradualmente na manhã desta quarta-feira (4) o prédio da 6ª Companhia do 5º Batalhão para voltar ao expediente e consertam carros retidos na área. Homens que fazem o patrulhameto em motos foram os primeiros a voltar às ruas. A 6ª Cia. foi o ponto de concentração da categoria na paralisação que começou em 29 de dezembro e terminou nesta terça com acordo entre governo e PMS.
Lista das delegacias paradas até enviada no início da tarde pelo Sinpoci:
11º DP, 25º DP, 34º DP, 7º DP, 3º DP, 8º DP, 35º DP, 33º DP, 12º DP, 15º DP, 27º DP, 21° DP, Delegacia de Defesa da Mulher, Delegacia da Criança e do Adolescente, Delegacia de Roubos e Furtos, Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Carga, Delegacia de Defraudações, Delegacia Antissequestro, Delegacia de Capturas, Delegacia de Homicídios.
Metropolitanas e Interior
Beberibe, Tianguá, Acaraú, Pindoretama, Cumbuco, Maracanaú, Icaraí, Guaiuba, Icó, Sobral, Itapipoca, Beberibe, Cascavel e Jijoca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário