PREVISAO DO TEMPO

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

PEC300: Olha só o que disse o Secretário de Segurança do Estado do Espírito Santo

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Henrique Herkenhoff, anunciou, em entrevista ao Blog do Elimar Côrtes, que o governo vai investir mais R$ 70 milhões para melhorar o combate à criminalidade no Espírito Santo. Herkenhoff falou também de novos concursos para as Polícias Civil e Militar, além de apostar suas fichas na integração das instituições policiais capixabas.

Um passo definitivo para esta integração foi dado na quinta-feira (29/12) à tarde, momentos antes do secretário atender a reportagem. Por cerca de uma hora e maia, Henrique Herkenhoff se reuniu com as cúpulas das polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros, quando determinou o início de um processo de licitação para a aquisição de um terreno na Grande Vitória para a construção de uma Academia Integrada das Polícia capixaba.
Falando nos desafios de 2011, Herkenhoff destacou: 

O primeiro desafio foi abrir mão de um emprego vitalício, como desembargador federal. Eu me coloquei na situação de um trapezista, que faz seu salto pensando que sempre haverá um trapezista com ele, para lhe dar segurança. Foi o que pensei: eu confiei e confio nas instituições policiais do Espírito Santo. Os dirigentes e os demais servidores das instituições disseram “presentes” ao meu desafio. Para quem está de fora, pode parecer um passo arriscado. Para mim não foi, porque eu sabia que as pessoas iriam me dar apoio.

Para ver a matéria completa siga no Blog do Elimar Côrtes aqui.
O que chamou mais atenção na entrevista do secretário foi sobre o tópico Melhorias para os policiais, veja abaixo:
"Não acho que a principal motivação para o policial seja o dinheiro. Certamente, coisas boas estão sempre sendo estudadas. Estamos sempre planejando e executando políticas que visam melhorar as condições de trabalho, de equipamento de instalações físicas dos policiais."
Com todo respeito ao nosso secretário de estado, que goza junto a tropa todo respeito e admiração e que ainda conta com a nossa confiança. Não adianta termos viaturas novas, computadores de bordo ou instalações novas ou melhoradas se não tivermos investimento no homem que arrisca diariamente sua vida pela sociedade.

Vários estados já em 2011 tiveram melhoria salarial com plano de reajustes até 2014. Infelizmente no Espírito Santo não houve nenhuma sinalização por parte do governo estadual sobre o tema.

O governador Renato Casagrande se contradisse ao subir no palanque da PEC 300 em Vitória quando era senador, e foi um dos primeiros governadores eleitos a irem a Brasília para pedir que a PEC 300 não fosse votada no final de 2009.  O que podemos esperar de um governo que age desta forma?

Não esperem contar com a benevolência dos policiais militares para sempre. Temos visto a reação dos policiais em vários estados. A tese de que polícia não pode fazer greve está caindo, pelo menos na prática. Somente em 2012 mais de 5 estados enfrentaram movimento de paralisação de policiais militares. Coisa impensável há alguns anos. Neste momento, no estado do Ceará mais de 10 mil policiais militares e bombeiros já cruzaram os braços por melhores salários. Esperamos que isso não ocorra no Espírito Santo, mas caso for preciso, saibam que terá aqui um dos principais incentivadores. Pois a insatisfação da tropa cresce a cada dia diante do silêncio do governo do estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário