PREVISAO DO TEMPO

sábado, 30 de junho de 2012

Tchê, que baita dificuldade falar com eles.............

Começo a ficar preocupado, há aproximadamente 02 semanas ficaram de receber as associações do interior (que se fariam acompanhar de ASSTBM, ABERGS e ABAMF) no gabinete do Líder de Governo na ALERGS, mais precisamente o deputado Valdeci de Oliveira. Pois bem, essa agenda foi sendo protelada e acabou que as Associações Independentes não conseguiram o espaço na agenda, sendo recebido somente o nosso amigo Kroth da ABAMF Sta Cruz. A idéia principal seria que todas as representações fossem recebidas ao mesmo tempo. Espero que logo que saia a tão difícil emenda, que precisa ir para a PGE para ver a viabilidade e legalidade de colocar os índices percentuais no PL, sendo que isso já existia antes, sejam todas as associações chamadas conforme o acordado. Não estou desmerecendo o trabalho do Kroth que tem sido muito valioso, só questionando a falta de espaço para as outras entidades na agenda do deputado. Espero também que não seja arguída a ilegalidade de postar os índices no PL, senão ADEUS VERTICALIDADAE. Deputado Valdeci, não esqueça de marcar a audiência e avisar no mínimo com 48 ou de preferência 72horas úteis para que os presidentes das entidades sejam avisados e organizem as suas escalas de serviço. Falndo nisso caros colegas, começaram lá em Brasilia a prometer a PEC300, esse filme eu já vi antes. Se ela não paritr do governo tem vicio de origem e tão querendo nos enganar logo em período eleitoral.

Autor: Dagoberto Valteman
2º Sgt RR BM

Estreia


Os servidores do Tribunal de Contas do Estado tomaram gosto pela mobilização. Depois de realizarem ato, ano passado, pela mudança nos critérios de escolha dos conselheiros, ontem, pela primeira vez na história da Corte, os servidores promoveram ato, em frente ao tribunal, reivindicando melhorias salariais, como a reposição inflacionária dos últimos 12 meses.




Fonte: Correio do Povo 30junho2012




Afago


Servidores do Daer, contrários ao projeto de criação da EGR, que assumirá funções do departamento, serão chamados pelo governo nos próximos dias. Segundo o secretário de Assessoria Superior do governador, João Victor Domingues, eles irão contribuir no processo de estruturação da empresa.

 

Fonte: Correio do Povo 30junho2012


Pressão

Na segunda-feira, às 10h, será realizado no teatro Dante Barone da Assembleia o ato público "Saúde Rio Grande - Um milhão de Razões para Cumprir a Lei, já!". O objetivo é entregar ao governador abaixo-assinado, com mais de 1,3 milhão de assinaturas reivindicando a aplicação de 12% da receita corrente líquida na área da saúde. Atualmente, o Estado destina cerca de 6% e não há perspectiva, a curto prazo, de ampliar o índice.


Fonte: Correio do Povo 30junho2012

Receita define quem recebe restituição

A Receita divulgou os passos para aqueles que têm prioridade para receber a restituição do Imposto de Renda no primeiro lote: idosos com mais de 60 anos, doentes com moléstia grave e deficiente físico ou mental são as categorias beneficiadas. Para deficientes, basta preencher o "Requerimento para Prioridade no Pagamento de Restituição de Pessoa Física", que está disponível no item Formulários no site www.receita.fazenda.gov.br e apresentá-lo na unidade da Receita.

Fonte: Correio do Povo 30junho2012






Cpers ''chuta o balde'' diante do Palácio

Protesto do sindicato cobra Piso, Previdência e concurso

Crédito: cristiano estrela
Protesto do sindicato cobra Piso, Previdência e concurso<br /><b>Crédito: </b> cristiano estrelaNo protesto de ontem, o Cpers resolveu demonstrar sua insatisfação nas negociações com o governo do Estado "chutando o balde" diante do Palácio Piratini. A presidente do sindicato, Rejane de Oliveira, disse que a categoria busca uma maneira de resgatar a dignidade, e que a manifestação é contra: a decisão do Estado de não pagar o Piso Nacional do Magistério (de R$ 1.451,00); o aumento da contribuição previdenciária para servidores; a falta de investimentos no Ensino; e os critérios de avaliação do último concurso público para professores.

"Não adianta termos a ilusão de que algum governo fará algo por nós. Nossa esperança deve se centrar em nossas próprias capacidades", explicou a dirigente, acrescentando que a forma de a categoria colocar essa contrariedade em prática é por meio do protesto. Na atividade, que envolveu manifestações em cartazes, informes em carro de som, declarações de lideranças sindicais e concentração com adesão de entidades estudantis e servidores, alguns estudantes chutaram lixeiras em direção à entrada do Palácio, representando "chutar o balde". Segundo Rejane, a mesma manifestação será realizada em locais onde o governador Tarso Genro cumprir agenda. "O governo foi quem escolheu romper o diálogo, não fomos nós", afirmou.

Fonte: Correio do Povo 30junho2012








Manifestação reúne servidores

Servidores do Ministério Público iniciam campanha salarial e se juntam a colegas do Judiciário em greve desde quarta-feira

Manifestação que reuniu as duas entidades ocorreu ontem em frente ao Palácio Piratini<br /><b>Crédito: </b> MAURO SCHAEFER
Manifestação que reuniu as duas entidades ocorreu ontem em frente ao Palácio Piratini

Crédito: MAURO SCHAEFER

Os servidores do Ministério Público Estadual (MP-RS) deliberaram estado de greve na assembleia, ocorrida nessa sexta-feira em Porto Alegre. De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores do Ministério Público (Simpe-RS), Alberto Ledur, a mobilização busca recuperar as perdas salariais históricas da categoria, cujo percentual está calculado em cerca de 46%. Alberto Ledur explica que os trabalhadores, e exemplo dos colegas do Poder Judiciário, também reivindicam a definição de uma data-base. Ele destacou que a pauta é conjunta com os servidores da Justiça estadual, que entraram em greve na última quarta-feira.

Ontem, as duas categorias participaram de manifestações ao lado dos professores em frente ao Palácio Piratini. A mobilização dos servidores do Judiciário, que prosseguem com a greve, tem agenda definida para quarta-feira, mas as lideranças do Sindjus e da Associação dos Servidores, conclamam a categoria para permanecer em frente a sede do TJ, na avenida Borges de Medeiros, no Fórum Central e nos fóruns regionais da capital.

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RS), desembargador Marcelo Bandeira Pereira, reafirmou, ontem, que a administração manifestou sua intenção de manter o diálogo com a categoria, e que pretende fazer todos os esforços possíveis para atender as reivindicações dos servidores do Judiciário. Ressaltou, contudo, "que é preciso observar os limites orçamentários e a responsabilidade na promoção dos aumentos". Disse que o índice de 2,25%, oferecido anteriormente, representa a diferença entre o crescimento orçamentário do Poder Judiciário, menos os 5% de aumento concedido em fevereiro. Esclareceu que a parcela liberada provocou impacto no orçamento de R$ 116 milhões.


Fonte: Correio do Povo 30junho2012




sexta-feira, 29 de junho de 2012

Marco Maia garante apoio às reivindicações de militares estaduais

O presidente da Câmara garantiu ação para que os militares estaduais brasileiros tenham um regulamento disciplinar mais adequado ao tempo democrático. O deputado Marco Maia disse também, ao presidente da ABAMF, na reunião realizada dia 28 de junho,na Câmara Federal, em Brasília, que conversará com a presidente Dilma Rousseff, a fim de encaminhar a votação da PEC 300, em 2º turno, ainda este ano.

Leonel Lucas reivindicou o andamento de projetos que tratam do plano de carreira, o código disciplinar nacional e a aplicação da carga horária de 40 horas semanais para todos os policiais e bombeiros militares do Brasil. Nos estados brasileiros, militares estaduais ainda são submetidos a detimentos e prisões disciplinares. Há descumprimento de direitos estabelecidos em lei e falta de incentivo ao crescimento profissional.

Marco Maia afirmou que levará os temas ao conhecimento do ministro da justiça, José Eduardo Cardozo, e agendou novo encontro com o presidente da ABAMF na volta do recesso parlamentar, em agosto. Na avaliação de Leonel Lucas, “o encontro foi produtivo e encaminha assuntos importantes para a categoria”, concluiu.

Paulo Rogério N. da Silva
Jornalista ABAMF/ MTb 7355

PEC 300: A Grande Mentira Nacional



PEC 300 É “RESSUSCITADA” EM ANO DE ELEIÇÃO

Em 2010, ano eleitoral, a PEC 300 (proposta de Emenda Constitucional que estabelece que a remuneração dos Policiais Militares dos estados não poderá ser inferior à da Polícia Militar do Distrito Federal) virou palanque eleitoral de vários partidos políticos, inclusive chegou a ser votada em primeiro turno. Após as eleições foi esquecida, e chegou a ser dito pelo Deputado Federal do RS e Presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, que é inviável sua votação.



Agora, em 2012, novamente em ano eleitoral, estranhamente, volta à tona a discussão da PEC 300 na Câmara dos Deputados. Infelizmente, a ASSTBM dentro da realidade política brasileira tem que se manifestar no sentido de alertar a categoria para o caráter meramente eleitoreiro desse debate, não passando de mais um engodo eleitoral, no qual o tema segurança pública e a valorização dos servidores da base das instituições policiais só são lembrados em época de campanhas eleitorais.

Se você ainda acredita e eles acham que Papai Noel existe continuaremos sendo os bobos da corte.

DEE - ASSTBM


Magda Marques

Portal ASSTBM o site da Comunidade Policial

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Texto de minha autoria repassado às associações do interior

Senhores Presidentes


Deveria eu por solicitação do Hércules ter convocado as associações para uma reunião em Porto Alegre tendo por objeto as negociações salariais de nossa categoria.

Tendo porém o Líder de Governo na Assembleia Legislativa acenado com a possibilidade de sermos recebidos pela Casa Civil, na expectativa de avanços e também para impedir gastos desnecessários para as entidades tal convocação não foi feita .

Ontem 26jun pela tarde refiz o contato com o gabinete do deputado Valdeci que estava em Brasília e fui informado pelo assessor de nome Alex que somente hoje haveria despacho no gabinete e quando então haveria a chance de marcar uma data para receber as associações do interior.

Segundo palavras do Chefe da Casa Civil, assim que ele entregasse os projetos de reajuste dos servidores da segurança pública na ALERGS toda e qualquer negociação estaria a cargo da Secretária de Administração, portanto devemos mudar o nosso foco, e o o deputado Jeferson, nosso aliado nas reivindicações já está a par da situação e juntamente com o deputado Valdeci deverá concentrar esforços no sentido de pleitear audiência junto à secretária.

O prazo para votação do PL 141 esgota em 13jul então talvez semana que vem sejamos recebidos por alguém do governo, no entanto tenho a dizer que analisando melhor a proposta do governo pode-se ver que o 1º Sgt terá vencimento maior que o Inspetor de 1ª classe e o governo pode-se apegar nesse fato tendo em vista que a Policia Civil é ensino superior e a BM ensino médio.

Pode se apegar também ao fato de termos 2 níveis na BM e dar a desculpa que não se pode nivelar o nível médio pelo nível superior. Segundo informações não oficiais o PL está na PGE para ver a legalidade da vinculação dos percentuais do básico da base ao do ápice da carreira, e também dos índices serem transcritos no PL.

Havendo então essa possibilidade de sermos recebidos pelo governo recomendo que fiquem atentos para deslocamento até Porto Alegre assim que for agendada a data.

Quero tranquilizar todos os colegas dizendo que aqui na Capital o Caiel e eu estamos e estaremos fazendo todo o possível para não deixar a nossa luta ser esquecida e não iremos esmorecer mesmo que as respostas sejam negativas.

Finalmente quero dizer que se os colegas querem receber informações mais detalhadas sobre o que está acontecendo sugiram que compareçam na posse da Diretoria Executiva da ASSTBM dia 29 de junho as 11 horas da manhã e posterior ao almoço teremos uma reunião onde o Caiel explanará tudo o que for possível. Por motivo de economia virá um só representante de todas associações da Zona Sul, sugiro o mesmo nas Missões, gostaria porém que Sapucaia do Sul e Sapiranga se fizessem presentes.

Mantenham-se atentos, assim que me derem o retorno eu os avisarei. (refiz o contato hoje)

Ao colega da acspmca quero convidar para que se junte conosco na luta salarial e junto com a Federação na luta pela união de todas as associações independentes com um único objetivo “brigar” pelos direitos da categoria. Quanto ao seu questionamento da PEC 300, legalmente ela nasceu morta, foi um tanto de demagogia misturada com interesses políticos, mas nada é impossível.

Por: :Dagoberto Valteman-2º Sgt RR BM
Secretário ABASPE
Tel Celular: 051 85136497  80519341 ou 82364993
Blog: Valteman.blogspot.com

O sucesso depende de 1% de inspiração e 99% de transpiração. O sucesso é a expansão contínua da felicidade e a realização progressiva de objetivos compensadores


Após eu ter redigido o texto em tela a ABAMF foi recebida pelo deputado Valdeci de Oliveira.


Verticalidade inexistente

Queria eu estar aqui escrevendo noticias alvissareiras relacionadas ao Projeto de Lei 141/2012, projeto esse que supostamente contemplaria os Policiais Militares de nível médio da Brigada Militar com a tão esperada VERTICALIDADE. Falei queria porque não tenho como dar noticias de uma verticalidade que não existe, não existe simplesmente porque o projeto não nos contempla com tal vantagem. Alguém errou no planejamento e não colocou nada que falasse em verticalidade no referido projeto e se as associações não se dessem por conta certamente novamente seríamos vítimas de um grande engodo. Começam a sintonizar os pensamentos todas as entidades representativas do nível médio da Brigada Militar e unidas buscam melhorias neste projeto enganador. Sou testemunha que as tentativas de conversar com Líderes do Governo na Assembleia Legislativa e com o Chefe da Casa Civil estão sendo feitas sem sucesso pelas associações. Não sei como nasceu a ideia que a categoria aceitou a oferta do governo. Na realidade ela está sendo tocada “goela abaixo”. O que posso dizer é, fiquem atentos e atendam qualquer convocação de suas entidades, pois a famosa Verticalidade proposta pelo governo é inexistente......


Por Dagoberto Valteman-2º Sgt RR BM
Secretário ABASPE
Tel Celular: 051 85136497 80519341 ou 82364993
Blog: Valteman.blogspot.com
valteman@ibest.com.br

OBS: O texto acima foi redigido especialmente para ser publicado na edição impressa do Jornal Folha da Classe, editado pelo meu amigo Bergenthal.

Mesmo sem ter exigências 100% atendidas, Polícia Civil do RS aceita reajuste

Governo do Estado acenou com piso de R$ 5,5 mil em 2018, com aumentos definidos em calendário

Servidores da Polícia Civil comunicaram ao Palácio Piratini que aceitaram o aumento proposto pelo Executivo, apesar dos valores não terem atingido as exigências da categoria. De acordo com o presidente da Ugeirm-Sindicato, Isaac Ortiz, a projeção é de que em 2018 o salário inicial fique em torno de R$5,5mil e chegue a R$15 mil para um comissário em fim de carreira, por exemplo.

Os sindicalistas exigiam vencimento inicial de R$ 7mil, o que seria próximo da metade do salário de um delegado de polícia, em 2018. O Sindicato informou que mantém a pauta de negociações por melhorias no plano de carreira.

O secretário da Casa Civil, Carlos Pestana, declarou que a resposta positiva confirmou a convicção do governo durante os seis meses de negociação, acreditando em um desfecho que agradaria a todos. Pestana alertou que o projeto deve ser enviado à Assembleia Legislativa nos próximos dias. A previsão é de um aumento escalonado até 2018, definido em calendário.

Fonte: Voltaire Porto/Rádio Guaíba
Atualizado em 28/06/2012 20:51


Mutirão por mais 60 dias

A Secretaria de Segurança pública decidiu prorrogar por mais dois meses o trabalho da força-tarefa da Brigada Militar iniciado em 11 de maio.
A previsão inicial era de que, em julho, os 200 PMs vindos do interior deixassem Porto Alegre, Alvorada, Caichoeirinha, Gravataí e Viamão.
Na comparação com maio de 2011, o reforço de PMs em cinco municípios da Região Metropolitana não gerou queda de homicídios nessas cidades, segundo dados do Governo.
O mês passado teve 44% a mais de crimes. Em relação ao mês anterior, porém a redução foi cerca de 25%.

Fonte: Diário Gaúcho 28junho2012

É hora de prevenção contra a gripe A


É hora de prevenção contra a gripe A Claudio Vaz/Agencia RBS



Aumentou a procura pelas vacinas da gripe na rede privada em Santa Maria

Foto: Claudio Vaz / Agencia RBS

O crescente número de mortes por gripe A no Rio Grande do Sul tem chamado a atenção dos especialistas. Até o início dessa semana, nove óbitos haviam sido confirmados no Estado

Em Santa Catarina, 35 pessoas morreram e no Paraná, 13. Mesmo com a alta incidência para um inverno que recém começa, os médicos dizem que é improvável que ocorra um surto como o de 2009, quando 297 pessoas morreram. Para os médicos, a vacina é o melhor antídoto, atitude tomada por mais de 1,5 milhão de pessoas no Estado - o que representa mais de 80% de cobertura, atingindo a meta preconizada pelo Ministério da Saúde.

Confira outras dicas de prevenção e saiba mais sobre a doença:

Saiba mais

A gripe A é uma doença respiratória aguda altamente contagiosa, que leva a um quadro de infecção respiratória. Não é uma gripe normal porque o vírus é recente, ao qual muitas pessoas não apresentam imunidade. Na maioria das vezes, causa quadro muito semelhante à gripe comum. Sintomas

- Tosse e espirros

- Fortes dores no corpo, na cabeça e na garganta

- Febre alta, acima de 38° C

- Pode haver náuseas, vômitos e diarreia

- Falta de ar

Tire suas dúvidas Tenho sintomas de gripe. Como saber é um caso suspeito do tipo A?

- Apenas se houver febre alta repentina (maior que 38°C) e tosse, podendo estar acompanhadas de algum dos seguintes sintomas: dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, e dificuldade respiratória.

possível que haja um surto, como em 2009?

- Cerca de dois terços da população não realizou a vacina. Eles podem ser infectados e evoluírem para casos graves. Mesmo assim, os médicos não esperam um surto como o de 2009.

Com o inverno, há maior risco de disseminação da gripe A?

- Sim. O risco de disseminação do vírus aumenta com o frio, como o de qualquer outra gripe. O inverno oferece risco maior em função da umidade e da propensão a aglomerações.

Porque essas mortes por gripe A ainda ocorrem?

- Em função da complicação da infecção, que atinge a via aérea superior e pode se disseminar para o pulmão e abrir portas para outras doenças mais graves. Organismos mais debilitados e integrantes dos grupos de risco são mais suscetíveis às complicações.

Se suspeitar da gripe A, o que devo fazer?

- Procure a unidade de saúde mais próxima, onde será examinado. Se houver suspeita de gripe A, com base na análise clínica e na investigação sobre a possibilidade de exposição ao vírus, poderá ser encaminhado a um hospital.

Existe algo que posso fazer na alimentação para deixar o meu organismo mais fortalecido e evitar a contaminação?

- Sim. Alimentação saudável, com vitamina C presente em frutas, além de verduras e legumes ajudam a fortalecer o organismo e, por consequência, reforçar a imunidade. É importante também que todos procurem dormir bem, usar agasalhos para se proteger do frio e procurar evitar ambientes fechados com grande aglomeração de pessoas. A higiene pessoal é fundamental para a prevenção. Lave sempre bem as mãos e use álcool gel sempre que possível.

Existe oferta de remédio para quem estiver com gripe A na rede pública?

- Sim. O paciente pode consultar um médico particular, do hospital ou do posto de saúde. Se for indicado, um formulário será preenchido e o Tamiflu pode ser retirado em postos de saúde específicos.

Posso comprar Tamiflu em farmácias? Precisa de receita? Quanto custa?

- Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, o Tamiflu está disponível em abundância na rede de saúde. Ele não está disponível em farmácias.

Fonte: DIÁRIO GAÚCHO 28junho2012





Dirigentes da ABAMF reunem-se com o líder do Governo na assembléia Legislativa

Na tarde de  27 Jun 12, o Presidente da ABAMF Santa Cruz do Sul Joao Kroth, esteve em Porto Alegre reunido com o Líder do Governo na AL, Deputado Valdecir de Oliveira, onde deliberou assuntos do Comude de Passo do Sobrado o qual é Presidente e aproveitou a oportunidade para esclarecer com o Parlamentar a respeito do andamento do PL 141/12 que trata do aumento salarial dos servidores da BM,mas que não institui a VERTICALIDADE, conforme o próprio governo havia prometido. O Deputado Valdecir afirmou que será feita a emenda necessária a fim que se concretize a Verticalidade salarial, e assim que estiver pronta a referida emenda, as entidades representativas do Nível Médio serão recebidas a fim de tomarem conhecimento do teor. O Presidente Kroth foi enfático ao afirmar que os índices propostos não atendem nossa categoria e inclusive entregou ao Deputado uma cópia da contraproposta das entidades. Esperamos para breve a posição do Governo pois não há mais o que esperar, o Nível da BM está jogado ao descaso a anos e não aceitamos mais essa condição. JUNTOS vamos conquistar nossa DIGNIDADE SALARIAL !!

Ministros ganham mais que Dilma e superam teto

Participação em conselhos da Petrobras eleva rendimentos acima de R$ 40 mil

A divulgação dos salários do Executivo mostrou a presidente Dilma Rousseff atrás no ranking dos maiores contracheques da Esplanada. Os mais altos são os dos ministros do Planejamento, Miriam Belchior, e da Fazenda, Guido Mantega, que receberam R$ 43.202,58 graças a jetons pagos pela participação em conselhos da Petrobras (R$ 8.232,74) e da Petrobras Distribuidora (R$ 8.246,71). Com as deduções de Previdência e Imposto de Renda (IR), o salário líquido de cada um foi de R$ 36.297,94.

Os valores excedem o teto do funcionalismo, de R$ 26.723,13, valor recebido pela presidente Dilma conforme seu último contracheque. Com os descontos, ela obteve R$ 19.818,49. Outros nove ministros ganharam mais que a presidente, a exemplo de Tereza Campello (Desenvolvimento Social), que auferiu R$ 24.571,39 líquidos, graças a jetom da Petrobras Biocombustível de R$ 4.752,90; e Wagner Bittencourt (Aviação Civil), que ganhou R$ 24.054,49 com os R$ 4.145,49 referentes à participação em reuniões de conselho da Eletrobras. Os jetons têm sido usados com frequência como instrumentos para turbinar os salários do primeiro escalão do governo.

A divulgação dos salários atende à Lei de Acesso à Informação, que entrou em vigor no mês passado e determina a abertura dos dados. As remunerações, apresentadas no Portal da Transparência, se referem à folha de pagamentos de maio. Os governo federal divulgou na internet os salários da presidente, seus ministros e mais de 40 mil servidores públicos federais.

Os valores recebidos por pelo menos dez ministros não estão disponíveis. Segundo a Controladoria Geral da União (CGU), responsável pelo sistema, eles recebem pelos órgãos de origem, aos quais cabe informar os valores. A maioria se licenciou do Senado para assumir vaga na Esplanada, como Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Edison Lobão (Minas e Energia).

Fonte: Correio do Povo 28junho2012



quarta-feira, 27 de junho de 2012

Aumento da Previdência - Opinião

O projeto aprovado pelo governo do estado no último dia cinco de junho, com a justificativa de diminuir o déficit da previdência no Estado, nada mais foi que um ataque ao bolso dos servidores públicos, aposentados e pensionistas, com o objetivo de fazer caixa, segundo palavras do próprio Executivo. Além de inócuo, o aumento da alíquota previdenciária sofre dos mesmos vícios constitucionais que fizeram o anterior, aprovado no ano passado, ser derrubado pela justiça, tais como o caráter confiscatório e a falta de cálculo atuarial que justifique o percentual aumentado.

O tão falado déficit alegado pelo governo, na verdade não existe, é somente um discurso para colocar nas costas do funcionário público, uma dívida alimentada por anos e anos de inércia em criar um fundo que sustentasse a aposentadoria dos servidores, bem como a dilapidação do patrimônio reservado para este fim, como no caso da venda das ações do Banrisul, cujo dinheiro que era para financiar as aposentadorias, foi usado na construção de estradas e outras obras. Preferiram sucessivos governos, ao invés de fazer a poupança para cumprir essa obrigação, gastar o dinheiro em outras áreas, julgadas prioritárias.

Com a criação do Regime Próprio de Previdência para os servidores, no ano passado, foi criado o FUNDOPREV, responsável pela aposentadoria dos novos servidores. Aqueles que entraram antes disso ficaram em um regime à parte, de repartição simples. Esse grupo tende a diminuir com o tempo, restando no futuro, só os integrantes do fundo que, conforme os gestores do plano, será sustentável.

Não satisfeito com esse novo assalto ao servidor, o governo ressuscita a discussão sobre a Previdência Complementar, aprovada recentemente para os servidores federais. Não pensam os governantes, que quando sacrificam aqueles que trabalham para a coletividade, é a ela que estão atingindo. Não sobrarão incentivos para que profissionais capacitados continuem a trabalhar para o Estado. O setor privado, além de abocanhar o dinheiro que irá para os fundos de pensão, lucrará com a debandada de técnicos qualificados, que não verão mais motivos para se dedicar integralmente a um emprego que lhes desamparará na velhice. Perde novamente a sociedade, que cega, acredita no que a mídia, que tem lado, insistentemente noticia, até convencer o mais resistente defensor da qualidade do serviço público.

Diretoria do Sinapers
Postado em 27/06/2012 às 16:54:52

http://www.sinapers.org.br/?sec=76&noticia=121

IPE anuncia primeiros maridos beneficiados por pensão

O Instituto de Previdência do Estado (IPE) divulgará nesta quarta-feira (27) os nomes dos primeiros beneficiados pela Lei nº 13.889 que concede pensão ao marido ou companheiro dependente economicamente de servidora pública. O anúncio será feito às 16h em ato na sede do Instituto (Borges de Medeiros, 1945 – 12º andar).

Até o momento, 13 processos foram deferidos, pois preencheram todos os requisitos constantes na lei que entrou em vigor desde 2 de janeiro de 2012. Os beneficiados receberão os valores retroativos à data de óbito das servidoras já na folha de pagamento deste mês.

Luciana Fagundes
Comunicação Social IPE
(51) 3210 5615
(51) 8594 3769

Servidores da Justiça em greve

A convergência de interesses reuniu o Sindicato dos Servidores do Judiciário (Sindjus/RS) e a Associação dos Servidores da Justiça (ASJ/RS) na greve de trabalhadores que começa hoje, com atos públicos na Capital. As entidades resolveram unir forças para dar amplitude ao movimento que busca corrigir salários e melhorar condições de trabalho no serviço do poder Judiciário gaúcho. De acordo com o presidente da ASJ/RS, Paulo Olympio, "o tempo e as circunstâncias do momento mostraram que a unidade é necessária". A ASJ/RS tem cerca de 3,5 mil sócios.



Para o diretor de Imprensa e Divulgação do Sindjus/RS, Luiz Mendes, "a adesão da associação é importante para demonstrar à administração do Tribunal de Justiça que os trabalhadores estão unidos". "Essa notícia foi festejada pelo comando de greve", disse Mendes. O Sindjus/RS tem 4,5 mil sócios e representa os mais de 8 mil servidores. Hoje pela manhã, os grevistas montarão piquetes em frente aos fóruns Central e regionais da Capital. Às 14h25min, fazem o ato de abertura em frente ao TJ/RS, na avenida Borges de Medeiros.

Fonte: Correio do Povo 27junho2012


Polícia boliviana busca um acordo

La Paz - Policiais de baixa patente negociam com o governo um acordo para o fim do motim que se estendeu por a toda a Bolívia, enquanto indígenas que há dois meses realizam uma marcha contra a construção de uma estrada adiaram sua entrada em La Paz, para evitar que sejam vinculados a um suposto complô contra o presidente Evo Morales.

Em meio às negociações, centenas de policiais voltaram a protestar ontem nos arredores do palácio de governo, na Praça das Armas. Grupos de professores da educação pública se solidarizaram com os oficiais, que, paradoxalmente, participam da repressão a protestos. Os policiais pedem salário básico de 2.000 bolivianos (287 dólares), revogação de um regime disciplinar da Polícia, aposentadoria com 100% do último salário, criação de defensoria policial e garantia de que não haverá represália ao motim.
 
Fonte: Correio do Povo 27junho2012

Maia aumenta despesas

O presidente da Câmara, Marco Maia, concedeu aumento de 30% na verba de gabinete para pagamento de salários dos funcionários contratados pelos deputados sem concurso público. A verba será reajustada de R$ 60 mil para R$ 78 mil por mês a partir de 1 de julho. O reajuste também afeta gastos com férias e encargos trabalhistas.


Fonte: Correio do Povo 27junho2012

terça-feira, 26 de junho de 2012

Policiais tomam praça de La Paz

Agentes amotinados opõem-se a entendimento com governo e entram em confronto com aliados do presidente Evo Morales
Com os rostos cobertos, rebeldes marcham em direção ao palácio presidencial. Eles lutam há 5 dias por reajustes<br /><b>Crédito: </b> Aizar Raldes / AFP / CP

Com os rostos cobertos, rebeldes marcham em direção ao palácio presidencial. Eles lutam há 5 dias por reajustes

Crédito: Aizar Raldes / AFP / CP

La Paz - Policiais de baixa patente amotinados por demandas salariais, tomaram ontem a Praça de Armas de La Paz, em frente ao palácio presidencial, depois de terem entrado em conflito com manifestantes favoráveis ao chefe de Estado, Evo Morales. Os rebeldes, com os rostos cobertos, se lançaram sobre um pequeno grupo de pessoas favoráveis ao governo que, com vestimentas indígenas e cartazes, entravam na praça para expressar apoio a Morales.

A chutes e pontapés, os apoiadores do presidente foram expulsos do local. Os insultos contra os governistas se multiplicavam: "pichicateros" (viciados em drogas), "narcotraficantes", "contrabandistas", gritavam com raiva os amotinados, agitando paus e ferros de forma ameaçadora. Chapéus e ponchos indígenas, cartazes e panfletos foram destruídos e exibidos como troféu de guerra para acabarem sendo colocados em fogueiras improvisadas. Os policiais rebeldes também utilizaram bombas de gás lacrimogêneo. Nas portas do palácio governamental, mulheres de origem indígena foram agredidas pelos policiais, também indígenas, descendentes das etnias que apoiam Morales. Os policiais amotinados respondiam assim à presença de manifestantes governistas, que consideravam uma provocação. Por meio da imprensa estatal, foi convocada no domingo pelos sindicatos ligados ao governo uma manifestação de apoio ao presidente da República, supostamente ameaçado por conspiração golpista, segundo fontes do governo. Os sindicatos indígenas vinculados ao presidente boliviano, os únicos autorizados até agora a se manifestar nesse espaço, eram expulsos de forma violenta pelos policiais que, em outras circunstâncias, autorizariam sua passagem.

Qualquer pessoa com vestimenta indígena era alvo de agressões por parte dos amotinados. Os policiais estão em greve há cinco dias em todo o país exigindo salário de 2.000 bolivianos (287 dólares, quase 70% mais do que recebem) e rejeitaram acordo firmado na madrugada de domingo, por considerá-lo insuficiente. Sargentos e cabos esperam reorganizar sua liderança, com delegados de base de todo o país, para retomar o diálogo. O governo central insiste na teoria de um golpe de Estado de direita por trás dos protestos policiais.

Fonte: Correio do Povo 26junho2012






Servidores federais fazem greve

Prejuízos à população devem ser sentidos mais a longo prazo, pois profissionais atuam em áreas administrativas
 Trabalhadores ligados ao Sindisprev/RS promoveram ato na Borges<br /><b>Crédito: </b>  arthur puls

Trabalhadores ligados ao Sindisprev/RS promoveram ato na Borges

Crédito: arthur puls

Servidores federais vinculados aos ministérios da Saúde e do Trabalho e Emprego no Rio Grande do Sul começaram na manhã de ontem uma greve geral e por tempo indeterminado. Os profissionais reivindicam que o governo abra o debate sobre a negociação salarial e melhore as condições de trabalho.
De acordo com a diretora do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho e Previdência (Sindisprev/RS), Sílvia Regina Souza Vieira, a categoria está há 15 anos sem reajuste e o governo não sinaliza disposição em discutir o assunto.
A categoria também reivindica reposicionamento de tabelas, jornada de trabalho de 30 horas semanais e melhores condições de trabalho. "Queremos o enquadramento das tabelas de pagamento com os servidores da Previdência." Segundo ela, há dois anos todos ganharam gratificação, mas não há comprometimento de que o valor seja incorporado aos vencimentos.
Uma das exigências da categoria é o reajuste de 22,08%, além da realização de concurso público, já que são 600 servidores em todo o Estado. O objetivo da greve é chamar a atenção do governo federal. "Pedimos um olhar diferenciado em relação a esses profissionais", afirmou. Para marcar a mobilização, os servidores fizeram um ato em frente à sede do núcleo estadual do Ministério da Saúde, localizado na avenida Borges de Medeiros.
Na manhã de ontem, a paralisação ainda não havia refletido nenhum problema para o atendimento à população no Hospital Materno Infantil Presidente Vargas e nos dois maiores centros de Saúde da Capital, o da Vila dos Comerciários, na zona Sul, e o do IAPI, na zona Norte.
Há tendência de que os prejuízos sejam sentidos a longo prazo já que os profissionais são os responsáveis por diversas atividades administrativas, como liberações e autorizações de consultas e de medicamentos, em especial via judicial. A avaliação do movimento ocorrerá em assembleia geral às 18h de amanhã.

Fonte: Correio do Povo 26junho2012

 




SEGURANÇA PÚBLICA: Jeferson Fernandes participa dos debates sobre reajuste salarial para a BM

O deputado Jeferson Fernandes (PT) está acompanhando os debates dos servidores de nível médio da Brigada Militar com o Executivo, referente ao reajuste salarial proposto pelo governo Tarso para a BM e Polícia Civil. Na terça-feira, 12 de junho, o Executivo protocolou quatro projetos de lei na Assembleia Legislativa referente ao aumento de salário aos servidores da segurança pública do Estado.

Para o deputado, a matéria propõe um reajuste salarial acima da média, em comparação a outros governos. Quando Tarso Genro assumiu o Estado, o soldado da BM recebia o valor básico de R$ 364,23, que somado ao risco de vida chegava ao valor de R$ 1.172,82. A proposta do Executivo prevê um reajuste de 104,48% até o final de 2014, onde o servidor do mesmo cargo passará a perceber R$ 2.398,27, podendo variar para mais, de acordo com tempo de serviço de cada servidor.

Jeferson destaca que outro avanço significativo será vincular a classe os percentuais de reajustes dos coroneis aos demais membros da Brigada Militar, assim sendo, sempre que houver aumento para os mesmos, os praças de nível médio irão percebê-lo.

Enquanto tramitam os projetos na Assembleia, as associações da base da Brigada Militar esperam dialogar com a liderança do governo, pois até então, não há pleno acordo por parte da classe no que diz respeito aos indíces propostos pelo Estado.

Na página da ASSTBM foi disponibilizado uma planilha para simular o valor do salário conforme proposta do governo. Faça sua simulação.

Fonte: Agência de Notícias
Cynara Baum - MTB 14336

PT - 14:23-25/06/2012

As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Nova investida

O Cpers, que ingressa hoje na Justiça com ação questionando os critérios de avaliação do concurso do magistério, prepara mais uma investida contra o governo. Está sendo organizado, para o dia 29, o ato público Indignado? Chute o Balde, para "denunciar o desmonte da Educação no Estado".


Fonte: Correio do Povo 25junho2012
Taline Oppitz

taline@correiodopovo.com.br

Dia do Bombeiro cheio de atrações

Programação especial em homenagem ao Dia do Bombeiro, comemorado em 2 de julho, começa hoje em Porto Alegre. A primeira atividade será a exposição com viaturas operacionais e históricas, a partir das 10h, no Shopping Total. Às 16h haverá a abertura da Semana de Prevenção de Incêndios.

Na quarta-feria, será realizada uma simulação de atendimento de acidente aquático em uma embarcação de grande porte, próximo à Ponte do Guaíba e ao Grêmio Náutico União. Na quinta e na sexta-feira, das 9h às 17h, haverá o Seminário de Bombeiros sobre novas tecnologias. No sábado, a partir das 10h, estão programadas atividades em homenagem ao Dia do Bombeiro, como o uso de tirolesa e rapel. No domingo, será o Parque da Redenção o palco de exposição, que ficará junto ao Monumento ao Expedicionário, das 10h às 12h. Na segunda-feira, está prevista formatura na sede do Comando do Corpo de Bombeiros.


Fonte: Correio do Povo 25junho2012





Polícia boliviana rejeita acordo

<br /><b>Crédito: </b>  Aizar Raldes / AFP / CPLa Paz - A Polícia da Bolívia rejeitou ontem um acordo salarial entre o governo e o sindicato do setor e manteve seu comprometimento com o motim da categoria, iniciado na quinta-feira. O governo esquerdista de Evo Morales acusou os policiais de criarem um cenário para uma potencial tentativa de golpe ao estocarem munição e pressionarem outras unidades a preparem suas armas.


Fonte: Correio do Povo 25junho2012


Contracheque de servidor no tablet

A partir de hoje, os servidores públicos do Estado poderão acessar o calendário de pagamento, o contracheque e consultar dados funcionais por meio de telefone celular, tablet ou smartphone. Os novos serviços, que integram o portal RS Móvel, serão lançados às 11h na sede da Procergs. As informações poderão ser acessadas a qualquer hora. A medida produziu uma economia de mais de R$ 400 mil por ano aos cofres do Estado, além de reduzir danos ambientais.

Fonte: Correio do Povo 25junho2012



Salários públicos

É incrível como eles votam rápido quando os favorecidos são eles mesmos. Assuntos importantes para a população em geral são engavetados, esquecidos e muitas vezes desprezados. Mas meia hora foi o suficiente para derrubar a lei que impunha um teto aos salários públicos. Esperamos que isso não vingue e que eles sejam repreendidos como merecem por alguém que saiba o real valor da verba pública.

Carlos A.G. Cunha, Esteio
Fonte: Coluna do Leitor
Correio do Povo 25junho2012





Precatórios

Não deixa dúvida de que os precatórios são o maior roubo institucionalizado do país. Não conheço ninguém que o tenha ganho, mas conheço vários que morreram sem o ter recebido. Quando o governo deve, paga quando quer e ainda negocia a redução da dívida. Se o governo é o devedor, por que não posso pagar os impostos com o valor do precatório? Num país onde impera a injustiça, nada mais justo que pagarmos nosso devedor com a dívida. Acho que a OAB deveria se interessar pela questão.

Josete Sanchez, Porto Alegre
Fonte: Coluna do Leitor
Correio do Povo 25junho2012


domingo, 24 de junho de 2012

Major Fábio, o defensor da PEC 300 volta ao Congresso na quarta

PREGO BATIDO PONTA VIRADA: defensor da PEC 300 volta à cena política na próxima quarta e enterra possibilidade de disputar PMJP

Com data marcada já para tomar posse no Congresso Nacional, o famoso defensor da PEC 300, deputado Major Fábio (DEM) vai voltar à cena política na próxima quarta-feira (27), graças a um pedido de licença do deputado federal Romero Rodrigues (PSDB), que sai de cena para se dedicar à campanha em Campina Grande. Com a dança das cadeiras, o democrata acaba enterrando de vez a possibilidade de disputar à prefeitura da Capital esse ano. A expectativa é que o partido do ex-senador Efraim Morais (DEM) se uma mesmo ao PSB e emplaque Eitel Santiago na vice da pré-candidata Estelizabel Bezerra.

A passagem de Major Fábio deve durar 120 dias.

De acordo com Romero, a decisão de se licenciar do mandato, é uma forma encontrada para que o processo eleitoral não atrapalhe suas atividades como parlamentar, bem como, que atuação como parlamentar, não prejudique seus compromissos na Câmara Federal.

“Achei melhor tirar essa licença, porque tenho que me dedicar exclusivamente à campanha eleitoral nos próximos 120 dias. Além do mais, não seria ético, e nem correto com o erário público, permanecer recebendo a remuneração de deputado no período em que não vou poder me dedicar às atividades como parlamentar”, argumentou.

Romero Rodrigues disse que a decisão de se licenciar do mandato tem o respaldo no próprio regimento interno da Câmara dos Deputados, que limita o período de 120 dias – o correspondente a quatro meses – para pedido de licença para tratar de assuntos particulares, como é o caso.

O parlamentar argumentou o pedido de licença como forma de não prejudicar suas atividades parlamentares, nem a campanha eleitoral, que terá início assim que o registro de candidatura for homologado, ou seja, a partir de 6 de julho.

“Por enquanto não sou candidato e nem há campanha. Assim continuo na titularidade do mandato, até a próxima semana, participando das sessões e reuniões das comissões. Mas, quando começar a campanha de fato, será difícil conciliar as duas coisas. Por isso, decidi me licenciar antes mesmo da realização da convenção do nosso partido, na qual serão homologadas as candidaturas e alianças do PSDB para as eleições deste ano em Campina Grande”, comentou o deputado.

Romero Rodrigues disse, ainda, que como possuir um mandato muito atuante, e vem sendo avaliado de forma positiva pela assiduidade e participação, não vai querer manchar sua ficha parlamentar por conta da campanha eleitoral, ou seja, falta às sessões e reuniões das comissões que participa. “Não iria me sentir bem, tendo que dividir um tempo entre o mandato na Câmara e os compromissos de campanha”, comentou.

Ontem à noite, Romero participou de uma reunião em Campina Grande com pré-candidatos a vereador. Também estiveram presentes o suplente de senador, Ivandro Cunha Lima, vereadores e lideranças.

Na semana passada o deptuado Major Fábio chegou a anunciar que o DEM iria lançar candidatura própria na Capital, inclusive lembrou na ocasião que já estava com toda a documentação pronta para registrar a candidatura junto ao Tribunal Regional Eleitoral. Como agora tem a oportunidade de voltar a titularidade, Fábio deve declinar da postulação e aproveitar os três meses na Câmar apara reascender a luta em prol da PEC 300, que é o piso nacional para os policiais e bombeiros de todo o país.

FONTE - PB AGORA

http://policialbr.ning.com/profiles/blogs/major-fabio-o-defensor-da-pec-300-volta-ao-congresso-na-quarta?xg_source=msg_mes_network

Calendário de pagamento do funcinalismo público

Pagamento: A Secretaria Estadual da Fazenda divulgou o calendário de pagamento dos servidores públicos, referente ao mês de junho. Começa quarta-feira, conforme o cronograma: no dia 27/6, com Magistério, Quadro de Escola e Geral, Inativos Ferroviários e Feppa; 28/6, cargos de Nível Médio da Segurança Pública e da Saúde e Cargos em Comissão vinculados ao Quadro Geral; 29/6, demais servidores do Executivo; 3/7, inativos e pensionistas com pendência de 60 dias no recadastramento (sendo que demais inativos e pensionistas recebem normalmente).


Fonte: Correio do Povo 24junho2012

Governos rejeitam mudar teto

Vários governadores de Estado foram unânimes ao criticar a ideia de acabar com o teto salarial do funcionalismo, como prevê projeto de emenda constitucional (PEC) em tramitação na Câmara. A maioria, porém, foi reticente ao responder se pretende mobilizar suas bancadas no Congresso para barrar a proposta, como quer o Ministério da Fazenda.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, lembrou que a criação, em 2003, de limite para os salários públicos foi avanço administrativo. "Acho que será uma pena se for retirado um dos poucos instrumentos que realizaram uma reforma administrativa", afirmou. O governador do Rio, Sérgio Cabral, em nota, afirmou que "o quadro internacional que influencia a economia e, consequentemente, as finanças públicas exige cautela por parte dos gestores públicos. Não é hora de expansão de gastos correntes".
 
Fonte: Correio do Povo 24junho2012