PREVISAO DO TEMPO

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Governo recorrerá de decisão do TJ, anuncia Tarso Genro

Pleno do Tribunal julgou inconstitucional lei que aumentou de 11% a 14% contribuição de servidores

O governador Tarso Genro anunciou no início da noite desta segunda-feira que recorrerá da decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) que considerou inconstitucional a lei de iniciativa do Piratini que aumentou de 11% para 14% a contribuição previdenciária dos servidores estaduais que recebem salário superior a R$ 3.689,66. Por unanimidade, o pleno do Tribunal determinou a devolução do valor descontado acima de 11%.

— Nós vamos recorrer. Ao mesmo tempo, no mês de janeiro, vamos trabalhar um outro projeto de lei para que, caso o nosso recurso não seja provido, já em fevereiro possamos enviar outro corrigindo as lacunas apontadas pelo Tribunal. Assim mantemos a reforma — disse o governador no início da noite.

A liminar do TJ foi baseada em dois argumentos: o aumento da alíquota daria um caráter confiscatório ao sistema tributário, e teria caráter de progressividade (os redutores que devolveriam parte dos descontos aos servidores que ganham abaixo do teto implicariam em tributações diferentes para diferentes grupos de funcionários públicos), o que é vedado pela Constituição Federal.

O governo do Estado terá de devolver, aos servidores que tiveram desconto de 14% nas folhas de pagamento de novembro e do 13° salário, o valor descontado acima dos 11%.

Fonte: ZERO HORA

Nenhum comentário:

Postar um comentário