PREVISAO DO TEMPO

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Bombeiros conquistam mais de 600 vagas para o efetivo com apoio de Santini

Fernanda Crancio- MTB 8815 | PTB - 18:30-19/12/2011 - Foto: Ederson da Rocha
Deputado Santini intermediou negociação da categoria junto ao Executivo gaúcho
Uma audiência na Casa Civil, nesta segunda-feira (19), definiu mais uma grande conquista para os bombeiros do Rio Grande do Sul, consolidando a atuação da Associação dos Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul (Abergs): a correção histórica do desequilíbrio do número de vagas nas promoções dos praças bombeiros, reivindicada pela classe, foi finalmente apresentada pelo chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Carlos Pestana. A reunião contou com a presença de representantes da Abergs, da Associação de Cabos e Soldados de Lagoa Vermelha e do deputado Ronaldo Santini (PTB), principal articulador da demanda dos bombeiros junto ao Executivo.
 
Conforme proposta apresentada pelo secretário Pestana, acompanhado da secretária-adjunta da Casa Civil, Mari Perusso, serão criadas mais de 600 vagas de sargentos, distribuídas em 187 para 1º sargento, 191 para 2º sargento e mais de 200 para 3º sargento. Essas vagas serão disponibilizadas de acordo com as datas anuais de promoções, conforme as normas da Brigada Militar, nos meses de abril e novembro. A correção será diluída entre 2011, com retroatividade em 18 de novembro, até 2014.
 
Segundo o presidente da Abamf de Lagoa Vermelha, bombeiro Bráulio Joares Guedes, a conquista das vagas é resultado de um trabalho em conjunto dos representantes da classe, com apoio do Poder Legislativo, através do deputado Santini, e a sensibilidade do governo em valorizar a categoria. “O governo está mostrando sua sensibilidade em valorizar os servidores, deixando-os mais motivados para o desempenho da principal função, salvar vidas”, frisou.
 
O coordenador adjunto da Abergs, Florisbelo Dutra, destacou a importância do governo abrir o espaço para tratar diretamente com os representantes legítimos dos servidores. “É o direito dos bombeiros que está sendo reconhecido”, ressaltou. Para Santini, além da valorização da classe, com a criação das vagas, a Abergs sai valorizada do processo. “Estamos corrigindo uma discrepância histórica nesse processo, resultado da união de forças a valorização dos servidores por parte do governo”, comemorou.
 
Também participaram da audiência o integrante da Abergs da região de Santa Cruz do Sul, Vanderlei Pires e Franco Silva dos Santos, e o coordenador adjunto do secretariado da Abergs, Alex Fabiano de Sá.
Fonte: © Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário