PREVISAO DO TEMPO

sábado, 14 de janeiro de 2012

Governo propõe subsídio a policiais

O governo do Estado fez ontem uma proposta de remuneração aos servidores da Polícia Civil (escrivães, inspetores, investigadores e comissários), aos do Instituto-Geral de Perícias (IGP) e aos da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), seguindo o modelo adotado na negociação com os delegados de Polícia, que inclui pagar a remuneração em forma de subsídio, e estabelece um valor "de chegada", a ser alcançado até 2018. A oferta foi feita pela manhã, durante reunião de integrantes das entidades que representam as diferentes categorias dos servidores da segurança e o chefe da Casa Civil, Carlos Pestana.

Em dez dias, o governo detalhará a proposta, colocando dados referentes a valores, data-base, carreira e calendário de reajustes. A oferta, inicialmente, agradou aos servidores. "O modelo dos delegados é adequado para nós. Mas precisamos conhecer a proposta concreta", informou, após a reunião, o presidente da Ugeirm Sindicato, Isaac Ortiz.

Pestana confirmou que a ideia é estender o modelo dos delegados para toda a Polícia Civil e partir para a possibilidade de negociação semelhante com os da Brigada Militar. "Tínhamos que acertar algumas preliminares como, por exemplo, se eles aceitavam o reajuste na forma do subsídio. Agora temos todas as condições para fazer um bom acordo."

Na mesa de negociação com os servidores da Polícia Civil está também o item que prevê que, em 2012, não seja concedido reajuste, a exemplo do que ocorreu com os delegados.
Fonte Correio do Povo 14jan 2012


Nenhum comentário:

Postar um comentário