PREVISAO DO TEMPO

domingo, 22 de janeiro de 2012

Vejam a carta enviada por um Comandante ao Chefe da Casa Militar para alertar sobre "Greve" da PM na Bahia

Sr CORONEL PM RIVALDO DOS SANTOS
CHEFE DA CASA MILITAR DO GOVERNADOR DA BAHIA
www.cmg.ba.gov.br

Conclamo o Sr a levar o Exmº Sr Governador a atentar para o que está ocorrendo nos outros Estados. Em função da insensibilidade dos Governos os servidores públicos militares estaduais estão saindo da legalidade e se amotinando, baseados em uma reivindicação legitima. A Bahia já foi vítima da falta de visão estratégica da cúpula da Segurança Pública a época, ao não tomarem providências preventivas para a não eclosão do tal amotinamento "polícia legal", que já havia ocorrido no Estado de Sergipe a mais de dois anos antes de ocorrer aqui da Bahia, como ocorreu, no entanto hoje as mesmas condições ainda estão aí. O 
poder executivo estadual não investe na capacitação de condutores policiais nem condutores Bombeiros, tanto na quantidade como também na questão da capacitação de acordo o CNT, fazendo-os conduzir as viaturas em desconformidade com a legislação.
O Governador está insensível com situação salarial dos Militares estaduais, não cumpre a Lei da GAP, muda a Lei, retirando o aumento concomitante da GAP e Soldo. Será que ele não vê o que ocorreu nos estados de Roraima, Paraíba, Piauí e agora no Ceará? Ele está insensível, precisa ser assessorado. Ocorrendo o amotinamento de policias e bombeiros, param o comércio e os aeroportos que não podem operar sem Bombeiros, a população fica desprotegida.
Será que o Senhor com tanto tempo de serviço não vê a situação que se avizinha? O Governador está insensível. Com toda a Situação nos Estados vizinhos, ele até agora não apresentou a proposta de reajuste. O Governador está insensível, quando ao invés de reajustar o soldo e a GAP de acordo o aumento do salário mínimo, toma uma atitude de governos passados de dar reajuste menor e completar o valor do soldo do soldado com uma parte da GAP.
Depois de conflagrado o motim, ai se vai sentar para negociar? a população em situação vexatória, prejuízos para o comercio. Trabalho inglório custo administrativo disciplinar para nós comandantes e oficiais apurarem através de um funesto IPM a ação dos companheiros, vítimas da Insensibilidade do Governador mau assessorado e de pessoas sem responsabilidade pública e muito interesse pessoal.
Depois de muito constrangimento papel gasto tempo gasto cartuchos tempo perdido vem a anistia (vide as leis anteriores, RJ etc.). Por favor, livre o povo de mais uma situação vexatória, livre o povo de riscos desnecessários, basta já o que está acontecendo por falta de investimento, veja o que aconteceu em Fortaleza.
Converse com o Governador, assessore-O de verdade, não o deixe errar mais.Eu completarei 28 de serviço publico na instituição, sempre cumpri com minhas obrigações, essa situação está me angustiando, pois vislumbro dias muito graves, não quero passar por outro motim. Não quero ver meus familiares parentes e amigos em risco. Gostaria de ser respondido.

Tenho dito
servidorpublicocidadaoba@gmail.com

fonte: ASPRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário