PREVISAO DO TEMPO

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

O BRASIL VIVE O CAOS NA SEGURANÇA PÚBLICA COM POLICIAIS E BOMBEIROS MAL REMUNERADOS

Nesses últimos dias temos visto movimentos reivindicatórios de Policiais e Bombeiros, em todo Brasil, por melhores salários e melhores condições de trabalho. No Rio de Janeiro cerca de 2000 mil Bombeiros em manifestação pacífica adentraram no Quartel Central dos Bombeiros, neste fim de semana, reivindicando melhores salários e condições de trabalho. Foram covardemente reprimidos pelo BOPE a mando do Governador do Estado do Rio Sérgio Cabral. Fato esse que ficou marcado na História e noticiado pela imprensa internacional.
O descontentamento dos agentes de segurança pública no Brasil é nítido: No Estado do Sergipe pode ocorrer greve nas polícias a qualquer momento; no Estado do Rio Grande do Norte,  policiais civis estão de greve a quase um mês e militares também estão descontentes com a situação salarial; policiais civis de Alagoas também estão de greve; em Minas Gerais, policiais civis estão de greve a quase um mês e militares fazem manifestação dia 08 e decidem se entram de greve; e não preciso citar aqui tantos outros movimentos reivindicatórios que estão ocorrendo no Brasil, vejam nos noticiários.
Em 2008 surgiu talvez um incentivo para a vida desses trabalhadores da área de segurança publica: a PEC 300, Proposta de Emenda à Constituição nº 300-A, de 2008, do Sr. Arnaldo Faria de Sá, que "altera a redação do § 9º, do artigo 144 da Constituição Federal". Estabelece que a remuneração dos Policiais Militares dos estados não poderá ser inferior à da Polícia Militar do Distrito Federal, aplicando-se também aos integrantes do Corpo de Bombeiros Militar e aos inativos foi aprovado em primeiro turno por maioria dos deputados, mas hoje encontra-se parada por “força maior”.
O que estamos vendo é a mais pura descontentação dos policiais e bombeiros brasileiros com a situação atual em que se encontram, são desvalorizados em todos sentidos: Não são reconhecidos em seus serviços, não são reconhecidos financeiramente, não são reconhecidos pelos políticos e governantes deste Pais e quando erram são massacrados pela imprensa e sociedade.
Em 2014 teremos a copa do mundo no Brasil, evento internacional de grande mídia mundial, agora a crise na segurança pública do Brasil já repercute a nível internacional, os jornais americanos fala sobre a greve dos Bombeiros do Rio e greves em todos os Estados da federação. Senhores Políticos, valorizem os profissionais da segurança publica do Brasil e de Minas dêem “aumento salarial” e não reposição salarial aos policiais e bombeiros, aprovem a PEC 300, “acordem”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário