PREVISAO DO TEMPO

domingo, 22 de janeiro de 2012

Funcionalismo


Os funcionários públicos do RS terão de usar as urnas nas próximas eleições estaduais para serem ouvidos. O governo assume o Estado e ignora os funcionários do quadro-geral - que reúne os menores salários do serviço público estadual -, preferindo dar aumento somente para duas classes privilegiadas: magistério e segurança pública, que, apesar de não terem salários justos, são os únicos com reajustes anuais. O quadro-geral passou todo o ano de 2011 sem 1 centavo de reajuste nos seus parcos salários, período em que tivemos uma inflação de mais de 6% - conforme fontes oficiais. Em 2011, o governo privilegiou as duas classes anteriormente citadas e entra este ano negociando novamente com magistério e segurança pública, acenando com novos reajustes. Queremos governo justo, queremos um governo para todos os trabalhadores!


Manoel Gessi Barcellos, Porto Alegre


Fonte: Correio do Povo 22jan2012
doleitor@correiodopovo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário