PREVISAO DO TEMPO

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Notícia importante enviada pelo Cmt Geral da PM de SP

Amigos, recebemos neste dia 15 de dezembro, data em que a Corporação completa 180 anos, a seguinte mensagem do Cmt Geral, Cel Camilo ao GBB:
Nossos agradecimentos ao prezado Cmt pela conquista.

Dados do e-mail
Data: 15-12-2011 09:48:13
De: camilo@polmil.sp.gov.br
Para: grupobarrobranco@grupos.com.br
Assunto: [grupobarrobranco] Previdência, uma grande conquista institucional

Mensagem
Caros amigos da Polícia Militar, 

É motivo de grande alegria comunicar a todos os integrantes da Polícia Militar de São Paulo que nós, militares estaduais, estamos fora do novo sistema de previdência complementar que está sendo criado no Estado de São Paulo. É mais uma conquista de todos os componentes desta briosa e querida Instituição. 

No dia 13/12/2011, à noite, o projeto de lei complementar entrou em votação na Assembléia Legislativa, após longa tramitação pela Casa. Em votação histórica, a Polícia Militar, ao final, ficou fora das novas disposições criadas. Pela nova lei, para os servidores civis que ingressarem no serviço público estadual, o teto de aposentadoria será de 10 salários mínimos, algo em torno de 3.600,00. A partir daí, haverá outra contribuição do servidor com contraprestação do Estado. 

Pelas peculiaridades de nossa carreira e de nosso plano de salários, esta proposta traria sérios prejuízos para as gerações vindouras, com reflexos para todos, da ativa e inativa. 

Uma conquista institucional

Os efeitos desse Plano Complementar não atingiriam os atuais integrantes da nossa Instituição, pois todos os ativos, veteranos e pensionistas continuariam com o regime atual. O futuro de nossa Polícia Militar, no entanto, estava em jogo, pois o plano valeria para todos que ingressassem na Instituição daqui para frente. Haveria, assim, dois sérios problemas: a) essa nova sistemática tornaria desinteressante a carreira policial-militar; e b) haveria, no futuro, sérios problemas de caixa para as gerações atuais e passadas. 

Conforme já comentado nas três últimas reuniões mensais das associações e nas reuniões internas, o Comando fez um trabalho muito forte junto ao Governo do Estado para que os policiais militares tenham tratamento diferenciado no caso da previdência complementar, devido às peculiaridades da nossa profissão. A profissão policial-militar apresenta especificidade e limitação de direitos que nenhuma outra tem. 

Muitas reuniões e muita negociação

Após quase cinco meses de muitas reuniões com a SPPrev, com a PGE, a Casa Civil e outros assessores e órgãos de governo, demonstrou-se a necessidade de tratamento diferenciado, o que não significa privilegiado. A carreira policial, com suas especificidades, que nenhuma outra tem, requer tratamento condigno com tais peculiaridades que, no limite, resultam na doação da própria vida em prol da sociedade. 

Agradecimento ao trabalho em equipe

Registro o agradecimento a todos que de maneira direta ou indireta colaboraram por mais essa vitória institucional, especialmente ao Estado-Maior, Diretoria de Finanças e Patrimônio, Gabinete do Comandante Geral, à CBPM e às nossas Associações. 

Agradecimento especial àqueles que decidiram politicamente

Agradecimento especial dirijo ao nosso Governador Geraldo Alckmin, ao nosso Secretário Dr. Ferreira Pinto e aos nobres Deputados Estaduais pela sensibilidade e reconhecimento à família policial-militar. Não fosse o discernimento e espírito público de todos eles, nada disso seria realidade. 

Contem sempre com o Comando Geral.
Forte abraço!

ALVARO BATISTA CAMILO
Coronel PM Comandante-Geral 
Agradecemos sua participação!

FONTE: http://policialbr.com/profiles/blogs/noticia-importante-enviada-pelo-cmt-geral-da-pm-de-sp?xg_source=msg_mes_network#ixzz1gda1aVrc
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
Under Creative Commons License: Attribution

Nenhum comentário:

Postar um comentário