PREVISAO DO TEMPO

domingo, 2 de setembro de 2012

ALERGS: Controle de ponto garante legitimidade

Peemedebista quer adequar a Assembleia aos novos controles sociais<br /><b>Crédito: </b> vinícius reis / al / cpPeemedebista quer adequar a Assembleia aos novos controles sociais

Crédito: vinícius reis / al / cp

Alexandre Postal tem trabalhado pela ampliação do controle da efetividade dos funcionários da Assembleia. Antes de sua gestão, o ponto dos servidores era assinado somente pelos superintendentes e diretores da Casa. Em março, a responsabilidade foi estendida a 49 coordenadores, o que garante maior controle e legalidade.

A partir desta segunda-feira, os servidores efetivos terão que assinar seu ponto de entrada, saída e horário de intervalo para almoço. A medida foi aprovada na semana passada, em decisão unânime da Mesa Diretora, e vale até a chegada dos equipamentos biométricos que estão em processo de licitação. "Eu creio que em um segundo momento, logo que a gente implementar o sistema, os cargos em comissão, que são da área administrativa, também entrarão nesse processo. Ao menos é o que eu pretendo fazer com os afetos a cargos na presidência", afirmou.

O presidente peemedebista também sugeriu em março que se limitasse para dois o número de servidores lotados em cargos em comissão (CCs) autorizados a trabalhar fora da sede do parlamento. "Já lá em março eu queria fazer o regramento de dois por gabinete, e não foi aprovado por algumas bancadas. Com 55 parlamentares é impossível que não haja divergências. Isso faz parte da democracia e do debate de uma questão", declarou.

Em agosto, a Mesa Diretora concordou em restringir a seis o número de CCs que podem exercer o assessoramento político dos deputados fora dos gabinetes. A resolução está apta à votação em plenário a partir da próxima semana. "Eu estou fazendo a minha parte", pontual Postal.

Fonte: Correio do Povo 2set2012











Nenhum comentário:

Postar um comentário